Rede dos Conselhos de Medicina
Selecione o Conselho que deseja acessar:
A Justiça Federal de Goiás proibiu, na quarta-feira, a realização de cirurgia de redução de estômago que promete manter o diabetes sob controle.
----- A Justiça Federal de Goiás proibiu, na quarta-feira, o médico Áureo Ludovico de Paula de realizar uma cirurgia de redução de estômago que promete manter o diabetes sob controle. A decisão é do Juiz Urbano LealBerquo Neto, da 8ª Vara. Segundo o juiz, Ludovico de Paulo deve submeter a técnica que eleinventou para a avaliação do Conselho Federal de Medicina (CFM) e do Conselho Nacional de Saúde e Comissão de Ética e Pesquisa (Conep). O médico está proibido de realizar a cirurgia, a não ser em casos de risco de morte ou se o paciente não puder mais ser submetido à operação no futuro. Cada caso será avaliado por uma câmara composta por três médicos do CFM. A multa é de R$ 100 mil por operação em caso de descumprimento. Em São Paulo, a cirurgia era feita no Hospital Israelita Albert Einstein graças à parceria entre De Paula e o cirurgião Antônio Macedo. A assessoria do hospital informou que o procedimento está suspenso desde que o CFM divulgou, em novembro, parecer classificando a técnica como experimental. Ludovico de Paula afirmou que vai acatar as ordens do juiz federal, mas pretende recorrer da decisão.
 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

© PORTAL MÉDICO 2011 - o site do Conselho Regional de Medicina - Todos os direitos reservados
Rua Carutapera Quadra.37b N°02 - Jardim Renascença | CEP: 65075-690 | São Luis-MA | FONE: (98) 3227 7065; (98) 3227-7156 | E-mail: crmma@portalmedico.org.br